OLHA AS LINDAS MARCHAS!

Pelo traço de Mestre José Ruy, em Quadradinhos nº 54, 2ª série, de 20/6/1981 (suplemento do extinto vespertino A Capital, dirigido por Adolfo Simões Müller), chega-nos um pitoresco desfile das marchas populares desse festivo mês de Junho, enquadradas por famosos heróis de papel, de arquinho e balão em punho, que ainda hoje fazem as delícias dos seus inúmeros admiradores, num renovado preito de homenagem aos magistrais artistas que os criaram há muitas décadas.

E até Tom Sawyer e Ivanhoe se aliaram à festa… como convidados especiais do Quadradinhos, um suplemento que, fiel ao lema do seu director, procurava não só divertir como instruir, fomentando também entre os mais jovens o convívio com os heróis dos clássicos literários, através da fusão entre o texto e a imagem.   

A QUINZENA CÓMICA – 37

As eternas festas dos Santos Populares, que animam neste cálido mês de Junho as ruas e os bairros de Lisboa e Porto e de outras localidades do país, foram também, por diversas vezes (como já aqui mostrámos), tema de capas do Cara Alegre, com alguns dos seus símbolos mais icónicos e pitorescos efusivamente retratados por artistas de feição igualmente popular, em especial José Viana, Stuart e José Manuel Soares.

Parece que hoje o símbolo mais em voga é a sardinha… Pudera! Ao preço que ela está e com as enchentes que se registam nos arraiais e nas “tasquinhas” que surgem em cada esquina, o melhor petisco das festas é também o melhor negócio do mês!

A QUINZENA CÓMICA – 20

BAILES DE SÃO JOÃO

Cara Alegre 59 596

Manjericos, bailaricos, fogueiras, arraiais, arcos e balões, petiscos e cravos vermelhos (mesmo que humildes imitações de papel), são os símbolos mais tradicionais dos folguedos dedicados aos santos populares: Santo António, São Pedro e São João.

Vem, por isso, a propósito apresentar mais uma capa do Cara Alegre com o traço inconfundível de José Viana, onde vibram (na fantasia do seu picaresco imaginário) a música, o humor, o colorido e a esfuziante animação dos bailes que duram até de madrugada, nas noites de Santo António e São João — quase iguais, ainda hoje, aos que se realizavam, há 60 anos, nas mesmas ruelas e nos mesmos bairros.

A QUINZENA CÓMICA – 19

DE CRAVO NA BOCA…Cara Alegre nº 22

Esta capa do Cara Alegre nº 22, com o traço sensual de Stuart, parece exalar o perfume dos cravos que enternecem tantos corações femininos (e não só!); mas reparem na data e na legenda… Ambas destoam nitidamente do conteúdo.
Será que Stuart, atrasado como sempre nos seus prazos, só entregou em Novembro um trabalho que devia ter saído no radioso mês de Junho, em homenagem aos Santos mais populares de Portugal e aos seus fiéis devotos? Entre os quais as duas castiças (e tentadoras) beldades da capa não fariam certamente má figura!        

AS QUATRO ESTAÇÕES – 5

NOITES DE VERÃO E DE FESTA

São João - Zorro nº 192   806Do segundo santo que preside aos festejos populares do mês de Junho pouco se fala, mas as suas celebrações na capital do Norte (logo a seguir ao solstício de Verão) são tão animadas como as de Santo António, patrono dos arraiais e das marchas lisboetas, e as de São Pedro, em Sintra.

As revistas juvenis de outros tempos também mantinham viva a tradição, reproduzindo em garridas ilustrações a magia dessas noites cheias de música, de foguetes, de fogo de artifício, de cen- telhas rubras como as fogueiras — e o encanto e sabor das quadras típicas, recendentes a cravos e a manjericos, cuja inspiração nasceu do amor român- tico e da elegia profana dos Santos Populares.

Aqui têm dois sugestivos exemplos desse imaginário juvenil ilustrado, numa romagem de saudade aos anos 60, onde fomos encontrar o Zorro nº 192, de 11/6/1966 (que com esta capa se despediu “estrondosamente” dos seus leitores), e a Fagulha nº 155, de 15/6/1964, cuja capa é da autoria de Bixa, uma das suas melhores colaboradoras… e com o nome mais comprido: Maria Antónia de Assunção Roque Gameiro Martins Barata Pereira Cabral.

São João - fagulha 155 804