CAMPEÕES DA EUROPA A DOBRAR!

Hóquei em patins - Euro 2016 - 2

A equipa portuguesa de hóquei em patins, que disputou recentemente o torneio realizado em Oliveira de Azeméis, sagrou-se campeã da Europa da modalidade, título que já não conquistava há 18 anos. Assim, no mesmo mês, Portugal obteve dois retumbantes triunfos em competições disputadas com as melhores selecções europeias, e em modalidades relevantes do desporto mundial. Parabéns, campeões, magos do futebol e do hóquei sobre rodas, pelas vossas vitórias e por prestigiarem o nome de Portugal!

Hóquei em patins - Europeu 2016

Advertisements

A VITÓRIA DE UMA “PEQUENA ALDEIA”!

I - Euro 2016

Primeira página do i, edição de 11/7/2016, que reproduzimos com a devida vénia, felicitando o jornal pela sua criatividade. Herói da BD bastante popular no nosso país — onde se tornou conhecido desde 1961, rivalizando com Tintin —, é, no entanto, a primeira vez que vemos Astérix empunhar a bandeira portuguesa, em homenagem aos heróis desportivos que no Stade de France, e sem ajuda de nenhuma poção mágica, resistiram também ao assédio de adversários mais poderosos. Gália e Lusitânia juntas contra os “romanos”… eis uma mensagem (sub-reptícia) que devia ultrapassar as fronteiras do futebol. Obrigado, Astérix! Parabéns, Selecção!

FOMOS VENCEDORES… MESMO SEM RONALDO!

A ARMA SECRETA DE PORTUGAL

É fácil perceber por que é que Fernando Santos agradeceu também aos gregos, no seu discurso de vitória. Foi com a mesma táctica que eles, os gregos, superaram as nossas jogadas, derrotando-nos imprevistamente na final do Euro 2004. Fernando Santos estudou bem a lição… e também ganhou. A sua “arma secreta” veio da Grécia!  

Que os adeptos franceses, tão maus perdedores, saibam aprender também a lição.

DN - Euro 2016

(Artigo reproduzido, com a devida vénia, do Diário de Notícias de 11/7/2016)

O “PORTUGUÊS VOADOR” DO EURO 2016

DN Ronaldo 1 633

(Artigo supra reproduzido, com a devida vénia, do Diário de Notícias de 8/7/2016)

Gazzetta dello Sport: «Desta vez, Ronaldo deixou-o ficar mal na fotografia [James Chester, defesa galês que saltou com Ronaldo]. Acabou com ele, coitado. Foi uma grande noite para CR7, em Lyon: marcou um golo, saltando literalmente sobre o defesa galês, deu o segundo golo e venceu o duelo com Bale pela Bola de Ouro, colocando Portugal na final. É um campeão! Chester caiu no chão, ele permaneceu suspenso no ar, mais tempo, muito mais, como se fosse o Michael Jordan do futebol. Magia! Levitação!»