HOMENAGEM A ARISTIDES DE SOUSA MENDES

JOSÉ RUY EM PARIS – 2

AutógrafosConforme já tivemos ocasião de informar (ver notícia aqui), esteve patente no Consulado Geral de Portugal, em Paris, de 13 de Fevereiro a 6 de Março p.p., a exposição Aristides de Sousa Mendes – Héros de l’Holocauste, organizada pelo Círculo Artístico e Cultural Artur Bual e tendo por tema a obra de José Ruy dedicada ao célebre cônsul português de Bordéus que salvou a vida de milhares de judeus, durante a 2ª Guerra Mundial, ao conceder-lhes vistos de entrada no nosso território, desobedecendo assim às próprias directivas do governo de Salazar — gesto nobre e humanitário que, na sua carreira diplomática e na sua vida privada, acabaria por pagar muito caro.

Essa obra, já traduzida para hebraico, foi agora também editada em França, para ser vendida durante a itinerância da exposição, e brevemente terá também uma versão em inglês, a distribuir no Canadá e noutros países, por iniciativa da Sousa Mendes Foundation, presidida por Louis-Philipe Sousa Mendes, descendente do “herói do Holocausto”. 

fotografia expoFoto expo7-fotografia

A propósito ainda desta mostra — que já transitou do Consulado português para o Liceu St. Germain e, posteriormente, antes de seguir para Bordéus, como foi anunciado, estará também numa escola do departamento 77, em Paris —, apresentamos mais algumas fotos tiradas no dia da inauguração e gentilmente cedidas por Altina Ribeiro, escritora portuguesa há muito residente em França, a quem expressamos (e a Mestre José Ruy) os nossos melhores agradecimentos.

As legendas são do próprio autor do álbum Aristides de Sousa Mendes – Héros de l’Holocauste, cuja 1ª edição portuguesa remonta a 2004.

Altina Ribeiro e JRuyFoto 7Powerpoint aberturaPowerpoint com esboçoAssinatura de MendesÚltima página

HOMENAGEM A ARISTIDES DE SOUSA MENDES

JOSÉ RUY EM PARIS

Jos]e ruy portrait

Aristides de Sousa Mendes (capa)É com grande prazer que assinalamos mais um notável evento na carreira de Mestre José Ruy, que continua imparável na demons- tração de uma assombrosa vitalidade física e criativa. Desta vez, enviou-nos notícias da sua mais recente exposição, organizada con- juntamente pelo Círculo Artístico e Cultural Artur Bual e o Consulado Geral de Portugal em Paris, que teve como tema “Aristides de Sousa Mendes – Herói do Holocausto”, obra já publicada em português e hebraico (2004) e agora transposta para novas versões actualizadas, em francês e inglês, por acordo de José Ruy com a Sousa Mendes Foundation.

Esta organização, sediada nos Estados Unidos da América, tem como principal desígnio agraciar a memória do cônsul que num gesto de extraordinário altruísmo, sacrificando a sua própria carreira, salvou a vida de milhares de judeus perseguidos pelos nazis, durante a 2ª Guerra Mundial, concedendo-lhes vistos de entrada em território português, de onde muitos partiram para o continente americano. 

Aristides de Sousa Mendes (versão inglesa e francesa)

Sousa Mendes FondationA exposição de Paris, constituída por 31 pranchas da obra “Aristides de Sousa Mendes – Héros de l’Holocauste”, foi inaugurada no dia 13 do corrente, com a presença de José Ruy — que ajudou a montá-la em placas de K-Line —, e do cônsul Pedro Lourtie, e estará aberta ao público até 6 de Março, transitando depois para Bordéus e outras cidades francesas. Entre as personalidades presentes, destaque também para o embaixador de Portugal na OCDE, Paulo Pinheiro, a pintora e ceramista Fernanda Páscoa, da direcção do Círculo Artur Bual, a escritora Altina Ribeiro e Gérard Mendes, neto do “herói do holocausto”, cuja arrojada acção como diplomata, desafiando ordens do ditador Salazar em prol da salvação de homens, mulheres e crianças inocentes, inspirou a José Ruy uma das obras mais marcantes da sua já longa carreira artística, que as versões em inglês e francês irão difundir internacionalmente. 

unnamed 2unnamed3Gérard e Ruy

Além das fotos que gentilmente nos enviou, em que se podem apreciar alguns flashes dessa sessão, José Ruy deu-nos também conhecimento da notícia publicada no Luso Jornal, principal órgão informativo da comunidade lusófona em França, com edição online em formato PDF. Aqui fica, pelo seu interesse, essa reportagem do Luso Jornal, mais um tributo à extraordinária actividade de José Ruy como autor de Banda Desenhada.

LusoJornal