CITAÇÃO DO MÊS – 52

BRUNO RAMELLA (Desenhador)

«O que gosto menos de desenhar numa história de Tex, são os chapéus».

Advertisements

CITAÇÃO DO MÊS – 51

SERGIO BONELLI (Autor e editor de BD)

«As novas gerações não gostam de westerns. Tex continua a ser a BD mais vendida em Itália, mas todos os meses perde leitores; pode ser que daqui a cinco ou seis anos já não haja suficientes para o manter. Infelizmente, a BD está destinada a dar lugar em breve a outros divertimentos mais fáceis e cativantes».

(Declarações proferidas por Sergio Bonelli em 2008. Felizmente, Tex — prestes a comemorar, no final deste mês, 70 anos de carreira — continua firme como uma rocha, empunhando bem alto o facho do western clássico, rodeado ainda por uma multidão de leitores fiéis).

Ilustração de Gianluca Acciarino

CITAÇÃO DO MÊS – 50

MORENO BURATTINI (Escritor e autor de BD)

«Sou muito tranquilo em relação ao mistério do nascimento das ideias. Hoje sei que elas chegam por magia e que as histórias a contar vêm de algum lugar (nunca soube de onde) e apresentam-se sozinhas. Não sou eu que saio à caça de ideias, são elas que ficam emboscadas e saltam sobre mim quando passo pelo seu caminho».

CITAÇÃO DO MÊS – 48

MARY ANNE EVANS (Escritora*)

*Retrato de George Eliot, pseudónimo de Mary Anne Evans (Arbury, 1819 – Londres, 1880), famosa escritora inglesa. Pintura a óleo de François d’Albert-Durade (1804-1886)

«É  necessário muita paciência, muita coragem, para se produzir qualquer coisa… E na arte de escrever, o descuido é um pecado mortal»

CITAÇÃO DO MÊS – 45

RICHARD CORBEN

«Sempre adorei as possibilidades oferecidas pelos quadradinhos como um meio de expressão, para contar as histórias que quero fazer e não apenas aquelas que vendem bem. Ainda tenho objectivos para serem alcançados e, por isso, nunca me aposentarei. Continuarei a desenhar quadradinhos até morrer!».

Nota: Richard Corben, um dos nomes mais prestigiosos da BD norte- -americana, foi galardoado em Janeiro p.p. com o Grand Prix do Festival de Angoulême, juntando-se assim aos seus compatriotas Will Eisner (1975), Robert Crumb (1999), Art Spiegelman (2011) e Bill Watterson (2014).