70 ANOS DE TEX NO CPBD: CONVITE E PROGRAMA

Uma grande exposição a não perder, organizada pelo Clube Português de Banda Desenhada e pelo Clube Tex Portugal, com o patrocínio da Sergio Bonelli Editore, cuja inauguração terá lugar no próximo sábado, dia 29 de Setembro, às 15h30, com a presença dos autores italianos Bruno Ramella e Moreno Burattini.

Esta exposição, como já informámos em Era uma vez o Oeste (clicar no título), é composta por 30 pranchas de vários autores que deram vida, desde a sua criação, em 1948, às trepidantes aventuras de Tex Willer — a série western de cariz realista que detém o recorde de longevidade e de episódios publicados, com milhares de páginas assinadas por alguns dos maiores mestres da BD mundial, numa contínua cadeia de produção assente em bases sólidas. 

Um sucesso sem precedentes, que há 70 anos era de todo impensável para os seus criadores — os míticos Gianluigi Bonelli e Aurelio Galleppini —, mesmo no auge das histórias aos quadradinhos (ou fumetti) com aventuras de cowboys. E o Oeste Selvagem de Tex Willer reserva-nos, decerto, ainda muitas surpresas!

Advertisements

EXPOSIÇÃO NA BNP: “OS PRIMEIROS 25 ANOS DA AGÊNCIA PORTUGUESA DE REVISTAS (1948-1973)”

Depois da grande exposição “100 Anos de Fascículos de Aventuras em Portugal”, que encerrou há pouco mais de uma semana, já se avizinha uma nova parceria entre a Biblioteca Nacional e o Clube Português de Banda Desenhada.

Assim, no mesmo espaço, graças ao empenho de João Manuel Mimoso, sócio do CPBD, vai estar patente, a partir do próximo dia 27 de Setembro, uma exposição dedicada à mítica editora Agência Portuguesa de Revistas, com um historial do que foi, nos seus primeiros 25 anos de existência (1948-1973), essa autêntica “fábrica de sonhos”, misto de unidade comercial e industrial, com oficinas e distribuição próprias, e cenáculo de lazer e de cultura livresca popular, que publicou também memoráveis colecções de cromos e fomentou a popularidade dos heróis da Banda Desenhada entre a juventude portuguesa, através de revistas emblemáticas como Mundo de Aventuras, Colecção Condor, Colecção Tigre, Condor Popular, Colecção Audácia, Ciclone e muitas outras.

Uma exposição e uma homenagem que já tardavam (pois a APR encerrou as suas portas há mais de 30 anos) e que agora terão, finalmente, lugar num espaço nobre, a Biblioteca Nacional, em Lisboa (Campo Grande). Parabéns aos seus organizadores!

EXPOSIÇÃO DE HOMENAGEM A JOSÉ GARCÊS NA BEDETECA DA AMADORA

Decano da BD portuguesa, JOSÉ GARCÊS será alvo, no próximo dia 8 de Setembro, às 16h00, de merecida homenagem pelos seus 90 anos de idade e mais de 70 de carreira, numa louvável iniciativa da Bedeteca da Amadora e do Clube Português de Banda Desenhada. Parabéns, MESTRE GARCÊS!

CITAÇÃO DO MÊS – 51

SERGIO BONELLI (Autor e editor de BD)

«As novas gerações não gostam de westerns. Tex continua a ser a BD mais vendida em Itália, mas todos os meses perde leitores; pode ser que daqui a cinco ou seis anos já não haja suficientes para o manter. Infelizmente, a BD está destinada a dar lugar em breve a outros divertimentos mais fáceis e cativantes».

(Declarações proferidas por Sergio Bonelli em 2008. Felizmente, Tex — prestes a comemorar, no final deste mês, 70 anos de carreira — continua firme como uma rocha, empunhando bem alto o facho do western clássico, rodeado ainda por uma multidão de leitores fiéis).

Ilustração de Gianluca Acciarino