ERA UMA VEZ UMA GATA…

Mounette, a gentil Mounette que me conquistou desde o primeiro instante… que há dez anos «escreveu as suas memórias» no computador com a ajuda dos meus dedos… sentada ao meu colo, com gestos de ternura da pata para a minha cara, com vigorosas lambidelas (beijinhos) no meu queixo… que virou bibliotecária no meu blogue para apresentar os meus contos em BD… a minha companheira peluda, que também conquistou o Jorge (ela é figura de proa no cabeçalho do «Gato Alfarrabista», inspiradora do nome deste blogue)…

Gata encontrada na rua, de nobreza natural, que alegrou a nossa vida nestes dez anos. Chegou cá a casa aos sete meses, segundo o veterinário, e agora partiu para o Paraíso dos Gatos, levada por um maldito cancro.

Pequena criatura adorável e inspiradora de muitas obras minhas, agradeço-te do fundo do coração a alegria de viver que partilhaste connosco. Descansa em paz.

Catherine Labey

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s