PARADA DA PARÓDIA – 17

OS “LESADOS” DO PANAMÁ

Charlie Hebdo (Panamá)

Este cartoon do Charlie Hebdo (a revista satírica sempre em cima dos acontecimentos, mesmo daqueles que directa e tragicamente a atingiram, em 2015) já corre as redes sociais, glosando o tema que tanta celeuma tem provocado, desde que rebentou o escândalo dos “papéis do Panamá”. Isto é, da fuga de informações relacionada com os paraísos ficais onde muita gente, da mais séria (em aparência) à menos recomendável, guarda desde há muito o seu dinheiro, para que o rasto deste não possa ser detectado por quem zela pelo dinheiro dos contribuintes… obrigando-os a pagar mais impostos.

Como escreveu o jornalista Nuno Saraiva, do Diário de Notícias, “os ricos há muito que não escondem o seu dinheiro debaixo do colchão. Fazem-no em paraísos fiscais para não deixar rasto e fugir aos impostos. E o mundo, a cada novo escândalo, continua a abrir a boca de espanto. Santa ingenuidade!”

Resta acrescentar que o autor desta capa do Charlie Hebdo (nº 1237, de 6/4/2016) foi Vuillemin, um dos melhores desenhadores satíricos franceses (idolatrado por alguns grupos de críticos — e de leitores — e detestado por outros). Lembram-se dele? O seu aproveitamento da frase que ficou famosa, Je suis Charlie, depois dos atentados de Paris, em Janeiro de 2015, pode parecer uma piada de mau gosto… Mas que melhor slogan para esta nova manifestação silenciosa, contra aquilo a que os beneficiários dos offshores,  retratados pelo traço grotesco de Vuillemin, chamam “terrorismo fiscal”?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s