A NOVA VIDA DO CLUBE PORTUGUÊS DE BANDA DESENHADA (CPBD)

A inauguração da nova sede do Clube Português de Banda Desenhada (CPBD), que decorreu no passado dia 6 de Novembro, com a presença da Presidente da Câmara Muni- cipal da Amadora e do seu Vereador da Cultura, assim como de vários membros da actual direcção do Clube e de alguns sócios, contou também com a participação de Mestre José Ruy, que teve a gentileza de nos enviar o seguinte texto que ele próprio redigiu sobre o evento, acompanhado pelas fotos tiradas pelo infatigável “repórter” Dâmaso Afonso.

NOVA SEDE DO CLUBE PORTUGUÊS DE BANDA DESENHADA (por José Ruy)

002

CPBD novo logo.pngQualquer de nós que gostamos de Histórias em Quadradinhos e nos interessámos pelos eventos dedicados a esta arte ao longo das últimas quatro décadas, não pode ignorar a acção pedagógica do Clube Português de Banda Desenhada (CPBD), criado em 1976.

Quando o imóvel da Amadora, na Avenida do Brasil 52A, onde estivera instalado o Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem (CNBDI), ficou devoluto, e depois do acervo de originais ter sido transferido para um “bunker” com melhores condições, na nova Bedeteca da Amadora, a autarquia pensou como iria ocupar esse mítico local.

IMG_2520aVárias hipóteses se apresentavam para o espaço, mas era intenção da edilidade manter ali uma actividade ligada ao tema «histórias em quadradinhos», que o funcionamento durante dezanove anos do CNBDI cimentara com um prestígio confirmado por todos nós.

Por isso, o Dr. Luís Vargas, que idealizara o CNBDI, lembrou-se de que faria todo o sentido que o Clube Português de Banda Desenhada transferisse para ali a sua sede.

Feitos os contactos, chegou-se ao acordo de uma parceria e, assim, no local continuarão a ser realizadas exposições e principalmente eventos relacionados com esta tão digna arte. O CPBD tem agora as condições indispensáveis para alargar as suas actividades a grupos etários mais jovens, pois esses terão à sua disposição um espaço para montarem ateliês e poderem trabalhar em grupo.

IMG_2493a

No dia 6 de Outubro, a nova sede foi inaugurada oficialmente, abrindo ao público três importantes exposições: uma sobre as personagens de Stuart Carvalhais, Quim & Manecas, num prolongamento do tema que esteve patente no Festival de BD da Amadora deste ano; outra sobre José de Lemos, um grande «cartoonista» do jornal Diário Popular, com um traço elegante e inconfundível. Estão expostos originais da colecção particular de Carlos Gonçalves e também reproduções cedidas gentilmente por Teófilo Duarte, de um evento realizado em 2014 pelo próprio, na Casa da Cultura de Setúbal.

IMG_2502 e 2500

IMG_2497 e 2498

A terceira exposição consta do acervo de quarenta anos do CPBD, com as suas edições, cartazes, boletins e antigas secções nos jornais diários Correio da Manhã e outros, que mostra bem a actividade de divulgação de tudo o que nós, autores de «quadradinhos», publicámos em livros e revistas durante estas quatro décadas.

IMG_2491 e 2492

As fotos seguintes, tiradas também por Dâmaso Afonso (a quem agradecemos a sua disponibilidade), referem-se à visita, durante a inauguração, da Presidente da Câmara da Amadora, Dr.ª Carla Tavares, e do Vereador da Cultura, Dr. António Moreira.

IMG_2514 e2515

IMG_2516 e 2521

IMG_2522 e 2523

A nova sede do CPBD abrirá aos sábados, das 15 às 18 horas. No entanto, sempre que estiverem estabelecidas marcações com escolas ou grupos interessados e forem estipuladas as datas dos eventos aprovados na programação, funcionará em dias úteis da semana, e as datas serão divulgadas nos blogues da especialidade.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s