UM INTRÉPIDO CAÇADOR DE FERAS

O Papagaio (monografia)Graças ao notável trabalho de José Azevedo e Menezes, que dedicou uma longa e completíssima monografia (já com várias edições) a uma das mais carismáticas revistas infanto-juvenis portuguesas, O Papagaio — cuja publicação abrangeu quase década e meia, de 18/4/1935 a 10/2/1949, sob a direcção de nomes ilustres da literatura infantil como Adolfo Simões Müller, Artur Bívar, Carlos Cascais e outros —, graças a esse magnífico estudo de José Menezes, como íamos dizendo, podemos partilhar um segredo que poucos admiradores do Engenheiro Sousa Veloso, recentemente falecido, conheciam até à data.

Figura grada da RTP, ainda nos tempos da “outra senhora”, cuja popularidade assente na sua maneira simples, directa, quase “bonacheirona”, de comunicar com os telespectadores, lhe permitiu atravessar sem quaisquer danos de imagem o período turbulento que se seguiu ao 25 de Abril, o engenheiro agrónomo José Carlos Sousa Veloso tinha outra ambição quando ainda era menino e moço: a de se tornar “caçador de feras”!

O Papagaio nº 1 (Tom)Como geralmente sucede, quando a fantasia infantil não é facilmente conciliável com a realidade e se transforma numa quimera, num sonho aventuroso, os passos que seguiu, na sua vida profissional, foram bem diferentes, traçando-lhe outro destino… Mas não deixa de existir uma particularidade curiosa nessa faceta de Tartarin de Tarascon, que talvez tenha nascido com a leitura do popular romance de Alphonse Daudet.

É que a carreira que Sousa Veloso escolheu, na área que o seu programa TV Rural tanto ajudou a divulgar e a promover, criando muitos milhares de genuínos apreciadores da agricultura, da pecuária, da gastronomia e do folclore regionais entre a população portuguesa, foi dedicada ao campo, ao ar livre, aos sabores e às belezas da natureza pródiga — que modestamente, mas com igual impacto emotivo, substituíram a selva e as suas aspirações infantis, impelindo-o a trilhar com afoiteza outros caminhos e a viver outras peripécias onde grandes “aventuras” também o esperavam…

Eng. Sousa VelosoGraças a José Menezes, que nos recordou opor- tunamente essa imagem de infância de uma figura pública que muitos espectadores de TV ainda guardam na memória, com um misto de saudade, admiração e nostalgia — porque esses tempos, de facto, em termos televisivos, eram bem diferentes da caótica “barafunda” que hoje reina nos canais generalistas, com efeitos que acarretam mais danos do que benefícios —, aqui têm a página publicada n’O Papagaio nº 59, de 28/5/1936, onde a altiva figura de um audaz “caçador de feras” surge ao lado de outros leitores cujos sonhos ingénuos, mas ambiciosos, o destino talvez tenha ajudado a concretizar… como por vezes aconteceu.

Sousa veloso - papagaio  196

Advertisements

2 thoughts on “UM INTRÉPIDO CAÇADOR DE FERAS

  1. Bom dia
    Sabe-me dizer se e onde posso adquirir este livro?
    Estou a realizar um trabalho que inclui obras publicadas no Papagaio e estou com sérias dificuldades em encontrar informação precisa — e não acriticamente repetida, como tanta ve encontramos — sobre esta revista.
    Agradeço-lhe a atenção
    Paulo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s