AMADORA BD 2014 – 3

Vencedores dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada

A Batalha 14 Agosto 1385

Em sessão que decorreu no passado sábado, 1 de Novembro, no espaçoso salão dos Recreios da Amadora, foram divulgados os vencedores dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada 2014. O de maior relevo, até pela sua longevidade — o Troféu de Honra —, coube este ano a Carlos Baptista Mendes, desenhador com mais de 50 anos de carreira, que acaba de publicar o álbum Portugueses na Grande Guerra (Arcádia), cujas pranchas estão em exposição na Galeria dos Paços do Concelho.

Registamos também que a editora que mais se distinguiu, arrecadando três prémios, foi a Kingpin Books. Nas editoras tradicionais, é de assinalar a presença da Bertrand e da Gradiva entre os vencedores, com duas obras maiores (um clássico e um futuro clássico). O melhor álbum de autores portugueses é uma obra colectiva, caso pouco comum neste tipo de certames — e que deixa uma pergunta no ar: qual desses autores se encarregará de realizar a ilustração para o cartaz do próximo Festival da Amadora? Ou teremos, pela primeira vez, um cartaz produzido não por um, mas por vários autores?

Melhor Álbum Português:

Zona de Desconforto, de Amanda Baeza, André Coelho, Cristina Casnellie, Daniel Lopes, David Campos, Francisco Sousa Lobo, José Smith Vargas, Júlia Tovar, Ondina Pires e Tiago Baptista (Chili com Carne)

Melhor Argumento para Álbum Português:

André Oliveira, Hawk (Kingpin Books)

Melhor Desenho para Álbum Português:

Pedro Massano, A Batalha 14 de Agosto de 1385 (Gradiva)

Zona de desconforto+Safe Place

Melhor Álbum de Autor Português em Língua Estrangeira:

Safe Place, de André Pereira e Paula Almeida (Kingpin Books)

Melhor Álbum de Autor Estrangeiro:

As Serpentes de Água, de Tony Sandoval (Kingpin Books)

Melhor Álbum de Tiras Humorísticas:

No Presépio, de Álvaro e José Pinto Carneiro (Insónia/Álvaro Santos)

Melhor Ilustração de Livro Infantil:

Vera Tavares, Lôá Perdida no Paraíso (Tinta da China)

Hawk+ No presépioSerpentes de água+Maus

Clássicos da 9ª Arte:

Maus, de Art Spiegelman (Bertrand Editora)

Melhor Fanzine:

Espaço Marginal, de Marco Silva (Instituto Politécnico de Beja)

Espaço Marginal

O júri dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada foi constituído por Nelson Dona, director do Amadora BD (e em representação da Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares), Joana Afonso, autora de BD, Luís Salvado, jornalista e especialista bedéfilo (e comissário da exposição central), António Dâmaso Afonso, colecionador de BD, e Sara Figueiredo Costa, comissária da exposição central.

Até dia 9 de Novembro, os álbuns vencedores estão expostos no Amadora BD, no Fórum Luís de Camões, área dedicada ao Ano Editorial Português (piso inferior), e a exposição de homenagem a Carlos Baptista Mendes, “Portugueses na Grande Guerra”, pode ser vista na Galeria dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal da Amadora.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s