“OS LUSÍADAS” ILUSTRADOS POR F. BENTO – 2

DITOSA PÁTRIA, MINHA AMADA

Os Lusíadas Bento - 1

Não se trata de Banda Desenhada — longe disso —, mas de um admirável conjunto de ilustrações de um grande e versátil Artista, cujo nome está indissoluvelmente ligado à evolução das histórias aos quadradinhos no nosso país e à chamada “época de ouro” das revistas infanto-juvenis (anos 30 a 50 do século passado).

Já aqui apresentámos vários exemplos da sua arte inimitável, do seu método veloz e espontâneo, do seu pincel tão destro a esboçar figuras de recorte humorístico como de traço mais realista. Grande mestre da aventura e da fantasia, da síntese criativa e da estilização poética, artista maior entre os maiores da narração gráfica e do simbolismo figurativo que marcou a primeira metade do século XX, Fernando Bento — para surpresa de muitos leitores do Cavaleiro Andante, no seu 2º ano de publicação, entre os nºs 61, de 28/2/1953, e 80, de 11/7/1953 — ilustrou algumas estâncias d’Os Lusíadas, de forma conceptualmente tão perfeita e tão moderna que podemos afirmar, sem cair no exagero, que o poema épico de Luís de Camões passou a ser visto com outros olhos e a ser lido com maior prazer por muitos jovens dessa época.

As páginas que aqui reproduzimos foram publicadas, pela mesma ordem, nos nºs 61, 62, 74, 76 e 78 do Cavaleiro Andante. As restantes ficam reservadas para outro post.

Os Lusíadas Bento - 2Os Lusíadas Bento - 3 Os Lusíadas Bento - 4Os Lusíadas Bento - 5

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s