CAPAS E NÚMEROS DE NATAL – 9

Natal - Diabrete 1947

Eis a capa do Diabrete nº 467-468, de 20/12/1947, em que Fernando Bento, mais uma vez, representou de forma ímpar o mundo infantil, associado aos festejos, aos brinquedos, às manhãs radiosas e à eufórica alegria da quadra “mais bela do ano”.

Natal - Diabrete 1947 Tarzan

Este número de Natal do Diabrete, o grande rival d’O Mosquito, transformado em bissemanário desde o nº 262, sob a direcção de Adolfo Simões Müller — e preenchido por outros excelentes colaboradores artísticos, como Emilio Freixas, Luís de Barros, Vítor Péon e Burne Hogarth, o genial desenhador de Tarzan, um dos heróis mais antigos que apareciam nas suas páginas —, foi para mim (numa altura em que começava a sentir-me um pouco desiludido com O Mosquito) uma edição muito especial, por causa, antes de mais, do traço esfuziante de Fernando Bento, então no auge dos seus dotes gráficos, do seu engenho cénico e da sua fértil fantasia, que ilustrou também a preceito dois originais de Simões Müller (cujo estro poético e literário era muito apreciado pela juventude): um conto para os mais pequenos, com o título “O Natal dos Brinquedos”, e dois suaves sonetos publicados na contracapa, para juntar à série que Müller escrevia, por tradição, em todos os números natalícios do Diabrete.

Natal - Diabrete 1947 brinquedos e poema muller

Outros motivos especiais de interesse desta edição, com 32 páginas (número duplo), eram as histórias de Vítor Péon que o recheavam de uma ponta à outra (nada mais nada menos do que quatro), principalmente uma vibrante aventura de índios e cowboys, com o título “A Revolta dos Navajos”, cujas oito páginas (metade das quais a cores) formavam um novo volume da magnífica colecção de fascículos com histórias completas que o Diabrete costumava oferecer como brindes de Natal.

Natal - Diabrete 1947 -A revolta dos Navajos 1 e 2Natal - Diabrete 1947 Texas Moore

Outro memorável brinde deste número, bem condimentado de acção, aventura, humor e fantasia, foi o calendário para 1948 publicado nas páginas centrais, mais um trabalho assinado por Vítor Péon, mostrando, para surpresa e gáudio dos leitores do Diabrete, a sua faceta humorística, em doze pitorescas imagens transbordantes de jovialidade.

Natal - Diabrete 1947 Calendário 1

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s