LIVROS INFANTIS & OUTRAS CURIOSIDADES – 2

O MILAGRE DE FÁTIMA por Leyguarda Ferreira

O milagre de Fátima - capaVoltando à temática mariana, na área infanto-juvenil,  queremos também destacar outra obra profusamente ilustrada, desta feita por Júlio Amorim (1909-1988), cujos trabalhos, num estilo quase hierático mas singularmente atractivo, eram bem conhecidos dos leitores da famosa Colecção Manecas — uma das publicações de referência dos miúdos portugueses —, lançada em meados dos anos 20 pela Editorial Romano Torres.

Foi nessa colecção que surgiu, há mais de 60 anos, um pequeno livro intitulado “O Milagre de Fátima”, com texto de Leyguarda Ferreira, nome também bastante popular na literatura infanto-juvenil dessa época, e ilustrações de Amorim, que realizou, além da capa, uma dúzia de vinhetas com imagens de belo efeito, impressas a três cores, como frisos a engalanar várias páginas. Contemplando-as em sequência, até parece que estamos a ver uma história com o ritmo narrativo da banda desenhada.

Nota: Agradecemos a Leonardo De Sá as informações que amavelmente nos prestou sobre Júlio Amorim (ler o seu comentário).

O milagre de Fátima - rosto e pág 1O milagre de Fátima - pág 2   135O milagre de Fátima - pág 3    136O milagre de Fátima - pág 4   137O milagre de Fátima - pág 5    138O milagre de Fátima - pág 6     139 O milagre de Fátima - pág 7      140O milagre de Fátima - pág 8     141

Advertisements

2 thoughts on “LIVROS INFANTIS & OUTRAS CURIOSIDADES – 2

  1. Caríssimo Jorge,

    Deixo-lhe os meus renovados parabéns pelo seu blogue e pela compartilha de tantas maravilhas das edições nacionais e estrangeiras. Um pequeno reparo neste post…

    Como afirma, o livrinho “O Milagre de Fátima” da colecção Manecas surgiu há mais de 60 anos, mais concretamente julgo que a 1ª edição terá sido editada em 1943, talvez um pouco antes. Note que essa data invalida as que indica como nascimento e também óbito do Júlio Amorim. Aliás os seus primeiros trabalhos publicados apareceram na revista “Stadium”, em 1932. E como está certamente lembrado, teve presença no “Tic-Tac” em 1935, com gravuras soltas. É portanto impossível que tivesse nascido em 1931.

    Para informação, Júlio Amorim Júnior nasceu em 1909 e faleceu em 1988. A própria Colecção Manecas começou, em primeira fase, em 1925.

    • Caro Leonardo,
      Obrigado pela leitura atenta e pelo rectificativo, que já tomei em devida conta. Fiz confusão com “outro” Amorim de que me falou o José Batista (Jobat), por viver também no Algarve e ter sido colaborador da APR. Encontrei referências sobre ele na Net e utilizei esses dados biográficos erroneamente, pois o “velho” Júlio Amorim não podia ter sido tão precoce que começasse uma carreira artística com um ano de idade! Nem ele nem ninguém (risos)!…
      Quanto à Colecção Manecas com “O Milagre de Fátima”, a edição que tenho, embora ilustrada pelo Júlio Amorim, não deve ser a primeira, de 1942 ou 1943. Como sabe, esta colecção só começou a tornar-se popular nos anos 30, mas de facto a primeira série, ou fase, remonta à década anterior.
      Normalmente, quando tenho dúvidas sobre algum autor, consulto o seu famoso e útil Dicionário, mas desta vez não o fiz, por se tratar de um artista mais ligado à ilustração. Afinal, lá está também o “nosso” Júlio. Engano meu…
      Abraços,
      Jorge Magalhães

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s